japão
Japan

Japão: 10 cidades em 16 dias!

Do Brasil para o Japão!

 

Japão

 

Viajar até o Japão obrigatoriamente gera a pergunta: Quantos dias demoram? Também pensava nisso, então vamos acabar logo com esta dúvida. Saímos de Curitiba no domingo 11/06 às 21:43, chegando em Guarulhos, às 23:05, pela Latam. O voo para Tokyo, operado pela Qatar Airways, sairia apenas as 3:15 de segunda, 12/06, chegando em Doha (Qatar), às 23:05 do mesmo dia. Como a Lei de Murphy tá ai para provar que nada que está ruim não pode piorar, fomos informadas que o voo para Doha estava atrasado e sairia somente às 5h45m e chegaria na capital do Qatar, à 1h35m de terça, 13/06.

Para completar, o Qatar havia acabado de sofrer os embargos políticos da Arábia Saudita, Bahrein, Egito e Emirados Árabes Unidos. Resultado: os aviões da companhia sequer podem atravessar os espaços aéreos destes países. A mudança da rota causou um aumento no trecho de 3h. O voo que já era de 13 longas horas passou ao limite máximo: 16h40m. Além disso, nos remanejaram no segundo trecho: Doha – Tokyo, de 10h de duração.

Mas a sorte resolveu soprar para o nosso lado, nos apresentando ao Denis, ao André e ao Luigi, excelentes funcionários da Qatar Airways em GRU. Graças a eles, conseguimos um upgrade imperdível para a Business Class e foi nossa melhor experiência aérea da vida.

Japão

Não me surpreende que a Qatar tenha sido eleita  melhor cia do mundo de 2017 pela Skytrax. As 16h40m passaram, literalmente, voando e ainda conseguimos descansar na maravilhosa sala VIP de Doha.

Depois, na econômica por mais 10h, deitadas em 3 poltronas (o avião estava vazio), enfim chegamos ao aeroporto de Haneda, em Tokyo, às 22h40m de terça-feira.

Vamos lá: saí de Curitiba no domingo às 21:43 e pisei em Tokyo na terça-feira, às 22h40.

Pelo fuso brasileiro, considerando a saída do voo de CWB e a chegada no aeroporto de Tokyo, foram 37 horas de viagem! UFA! “Repetiria a dose?”, você me pergunta.  Eis que respondo sem titubear: “Qual é o próximo voo?” Haha.

Roteiro no Japão

Antes de falar do roteiro propriamente dito, anote minha primeira dica no Japão: viaje de trem-bala!

Japão
Se não for para causar no trem-bala eu nem vou =P

Com a velocidade das máquinas ultra modernas o Japão se torna pequeno. Afinal, percorrem 500km em incríveis 2h40m. É ver para crer. Nem o som consegue acompanhar a velocidade. Dedicarei um post exclusivo ao trem-bala, e à cada cidade, aguardem! Neste post, me propus a falar do roteiro em geral desde o Brasil.

Começamos a viagem pela capital do Japão, a inacreditável Tokyo, uma das minhas cidades preferidas do mundo inteiro e, até então nossa única certeza. Digo certeza, pois saímos do Brasil com somente o hotel de Tokyo reservado. Não queríamos nos prender caso surgissem surpresas pelo caminho e -adianto – surgiram muitas!

Foram 6 noites e 5 dias na NY asiática, na ida, e mais 1 dia e meio na volta. No meio tempo fizemos um bate-volta para Fuji-san para avistar o Monte Fuji de perto.

De Tokyo, partimos para Kyoto, onde ficamos por 6 noites e 5 dias. Em Kyoto mesmo foram 2 dias. Nos 3 seguintes fizemos bate-volta (tudo de trem) para Nara, Osaka e Himeji.

De Kyoto tocamos para Hiroshima, onde ficamos por 2 noites e 2 dias. Em Hiroshima aproveitamos para visitar a mágica Ilha de Miyajima, que fica há apenas 10 minutos de barco.

Depois fomos para nossa maior surpresa: Nagoya. O amor foi tanto que acabamos ficando por 2 noites e 2 dias.

Por fim, retornamos à agitada Tokyo, parando em Yohokama no meio do caminho.

Nos próximos posts entrarei em detalhes sobre cada cidade, na ordem cronológica, bem como sobre as curiosidades e impressões do Japão!

Até a próxima!

Advogada por profissão, escritora por hobby e viajante por paixão.

ESCREVA UM COMENTÁRIO