Brasil, Rio 2016, Rio de Janeiro, Segundo os Brasileiros

Rio 2016 pelo médico Nathan Ceschin

Atleta, torcedor e amante do esporte, o curitibano, aniversariante do dia 08/08, resolveu se presentear com uma viagem ao Rio de Janeiro no primeiro final de semana das Olimpíadas. Junto com seu primo Nick, que já compartilhou suas experiências com o WNP, e um grupo de amigos, acompanhou partidas de futebol, de tênis de quadra, vôlei de praia e ciclismo.

Vôlei de praia, Rio 2016.
Nathan e o primo Nick na Arena Copacabana.

Tênis de quadra, Rio 2016.

O seu 25º aniversário certamente entrou para a história, já que ele adorou o clima da Rio 2016, e, de quebra, conheceu o medalhista olímpico Emanuel do vôlei de praia. Claro que ele não perdeu a chance de registrar este momento:

Fãs tiram foto com o medalhista olímpico de vôlei de praia Emanuel na Arena Copacabana na Rio 2016.
Direto dos “bastidores” do vôlei de praia com o medalhista olímpico brasileiro Emanuel. Nada mal para o aniversariante, né? (O Nathan é o último da esquerda para a direita de camisa do Brasil).

Nathan destacou a primorosa organização da Rio 2016, que conta com funcionários e voluntários instruindo os turistas e torcedores em toda parte. O único ponto que julgou “a desejar” foi o trânsito caótico, que inviabilizou o uso de carro, táxi e uber para ir até as partidas. Porém, disse que o BRT supre esta questão. Para quem não conhece o BRT carioca trata-se de ônibus articulados que utilizam linhas expressas exclusivas, o equivalente ao “biarticulado” de Curitiba.

BRTs_Lorena-Brito-1

Para os Jogos Olímpicos foram criadas linhas especiais para facilitar o transporte dos torcedores, o que de fato funcionou muito bem segundo ele.

Todavia, julgou importante mencionar que o BRT chega até as respectivas estações, sendo necessário caminhar bastante até a “porta” dos estádios, o que não é o ideal para quem tem dificuldades de locomoção.

Para quem quiser saber maiores informações sobre o transporte público, mapas e alterações no trânsito, recomendo acessarem o site oficial: http://www.cidadeolimpica.rio/

Outro fator positivo para ele foi a segurança. Viu policiais e membros do exércitos em todo lado, não tendo se sentido vulnerável em nenhum momento.


Aniversário inesquecível esse, hein? Nathan, obrigada pela participação!

Não deixe de dividir com o WNP o que achou/está achando da Rio 2016! Why not?

Advogada por profissão, escritora por hobby e viajante por paixão.

ESCREVA UM COMENTÁRIO