Rio 2016, Rio de Janeiro, Segundo os Brasileiros

Rio 2016 pelo médico Nick Ceschin

Rio 2016 do começo ao fim!

Rio 2016
Primeira rodada de futebol masculino: Honduras X Algeria.

O médico Nick Ceschin se organizou com antecedência para não perder nem um minuto das Olimpíadas 2016. No dia 03 de Agosto ele já estava em solo carioca, onde permanecerá até o encerramento. 

Apesar disso, ele me confessou que sua expectativa estava um pouco ruim, pois tinha medo que fosse desorganizado. No final das contas, aconteceu o inverso!

Achou a organização impecável. Todos os jogos que assistiu começaram no horário marcado, tendo destacado o transporte público como o ponto alto.

O transporte coletivo está funcionando muito bem, sobretudo o BRT e o metrô. Segundo suas palavras: “dá para ir para todos os jogos tranquilamente”. Em contrapartida, táxi e uber não compensam, pois são obrigados a estacionar bem longe dos jogos. Além disso, não é viável usar outro meio que não o transporte público devido ao trânsito intenso. Porém, disse que o trânsito não está sendo um empecilho para os turistas, pois a maioria tem utilizado o transporte público, mas que deve estar incomodando os cariocas.

Outro aspecto positivo destacado pelo curitibano é a segurança. Há policiais e membros do exército bem armados “em todo canto”.

Quanto à diversidade e cultura, Nick afirmou que as “casas” estão fazendo o maior sucesso.  Alguns países, como a Suíca, a França e a Holanda, possuem “casas”, como estão sendo chamadas, com espaços para divulgar suas culturas, com cartazes explicativos, comidas e bebidas e locais para os turistas acompanharem os esportes. A Casa Suíça montou, inclusive, uma pista de patinação na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Durante o dia muitas famílias aproveitam as “casas”, ao passo que de noite são cheias de jovens. Ele as comparou com as “fan fest”  da Copa do Mundo.

Para completar o cenário Olímpico, o Rio de Janeiro está tomado pelos gringos que têm se divertido bastante. Os torcedores entraram no espírito, frequentando as arquibancadas com fantasias, rostos pintados e muita alegria. 

Os anfitriões têm feito sua parte, mostrando-se muito solícitos, orientando os turistas. O Nick frisou, ainda, a postura dos voluntários que estão sempre com um sorriso no rosto e dispostos a ajudar todo mundo. 

Como nem tudo é perfeito, também existem falhas.

A parte fraca das Olimpíadas para ele esta sendo a alimentação, devido às poucas opções oferecidas. “Só tem um duplo cheese burger, sanduíche de frango, hot dog sem nada… Eu que sigo uma alimentação mais saudável, não encontro nada. Tem apenas um sanduíche veggie (vegano), horrível. E o preço é um pouco caro! O duplo cheese búrguer custa R$18,00 e a cerveja latão, R$13,00. 

Confiram algumas fotos que ele compartilhou:

Rio 2016
Tênis de quadra. V. Williams e R. Ram X J.J. Roger e K. Bertens (EUA X Holanda).

IMG_0698
Foto tirada no Parque Olímpico na Barra da Tijuca.
Rio 2016
Momentos antes da partida de futebol masculino Portugal X Argentina.

Espero que tenham gostado das experiências do Nick! Agradeço a participação e o WNP aguarda as próximas impressões da Rio 2016! Quem quiser participar ainda dá tempo!

Advogada por profissão, escritora por hobby e viajante por paixão.

ESCREVA UM COMENTÁRIO