trem
Berlim, [:pt]Alemanha[:][:en]Germany[:]

Trem errado na Alemanha, o que fazer?

Mico no trem

Na manhã seguinte a nossa chegada na Alemanha fomos de trem, pela empresa Deutsche Bahn, para Berlim. Compramos as passagens com antecedência pelo aplicativo “DB Navigator”, disponível gratuitamente para IOS e Android, por 50 euros ao todo.

Saímos do hotel 45 minutos antes do horário de partida para evitar qualquer imprevisto. Chegamos na estação antes das 7h…

Estação de Trem em Frankfurt

Conferimos o horário, o número da plataforma, bem como o do trem inúmeras vezes e, assim que o trem respectivo chegou, entramos. Logo em seguida o fiscal pediu nossos tickets para verificação, a qual foi positiva. Ficamos tranquilos. O trem era bem confortável e a duração da viagem era de 4h38m, nem sentimos o tempo passar.

trem

Eles ofereciam internet wireless pelo hotspot da DB por 4,50 euros para uso por 24 horas. Basta acessar as configurações de wifii do seu celular e clicar no hotpsot DB. Você será redirecionado para a página deles, terá que preencher suas informações pessoais e dados do cartão, aceitar os termos de serviço e confirmar a compra. A página vai abrir em alemão, mas rolem a página até o rodapé onde terá disponível a versão em inglês.

Há também um vagão lanchonete com várias opções de bebidas e comidas.

trem

trem

trem

A viagem estava fluindo muito bem, até que o motorista anunciou a última parada e todos os passageiros começaram a arrumar suas coisas para descer do trem. Acontece que, para o nosso desespero, o último ponto era Dresden e não Berlin. Perguntamos a um funcionário o que havia acontecido, mas ele nos respondeu qualquer coisa em alemão e nos mandou sair. Fomos até a Deutsche Bahn daquela estação com sangue nos olhos, pois os dois conferiram todos os números antes de entrar no trem e o fiscal olhou o ticket. Para a nossa desagradável surpresa as funcionárias não falavam inglês direito e nós, em contrapartida, também não falamos alemão. Depois de muita insistência da nossa parte, mímica, indicações de passagem, horários e rotas de trem, a gerente fez um preço especial para adquirimos um novo bilhete, de Dresden à Berlim. Tivemos que pagar 56 euros a mais e esperar uma hora para pegar o trem certo. Quis compartilhar esta experiência com vocês para que fiquem atentos quando contratarem algum transporte na Alemanha. Prestem atenção ao número do trem que está escrito no ticket e vejam se coincide com o do veículo antes de entrarem. Ademais, observem as telas com as tabelas de horários e plataformas caso ocorra alguma mudança em cima da hora. Infelizmente, as informações anunciadas na maioria das estações, trens e metros só são em alemão. Para evitar esses inconvenientes e erros, busquem checar todos os dados com antecedência.

E, caso dê alguma coisa errada ou tenham alguma dúvida dirijam-se  ao “Reisezentrum” da Deutsch Bahn na estação para informarem a companhia. As fotos abaixo são da DB da estação de Frankfurt, mas todas mantém o mesmo padrão. Primeiramente, retirem uma senha na máquina.

trem

Nas televisões eles informam qual senha é a próxima e em qual guichê será feito o atendimento, neste quesito não tem como errar!

trem

Estejam preparados para atendentes que não falam inglês ou com “cara de poucos amigos”. Não que os alemães sejam grossos, mas são mais frios e pragmáticos, o que pode soar como má vontade. Antes de tudo se acalmem e tentem se explicar, nem que seja por meio de gestos, como no nosso caso.

Passado o incidente, rimos muito, afinal o que não tem remédio… O trem seguinte era um pouco mais simples e separado em cabines. Sentamos ao lado de uma senhora da Bratislava, que embora aparentemente fechada nos garantiu uma conversa muito legal e engraçada. Ela mal falava inglês e nós não sabíamos mais do que 4 palavras em alemão, não foi fácil, mas nos rendeu boas risadas e algumas palavrinhas ao nosso ainda escasso vocabulário alemão. Acabou sendo super divertido. Para fechar com chave de ouro ainda ganhamos um chocolate da cidade dela:

trem

Errando, acabamos acertando. Em menos de 2 horas chegamos em Berlin e fomos direto para o Leonardo Mitte Hotel. Já aproveitarei para contar para vocês.

Leonardo Mitte Hotel Berlim

Mais uma vez escolhemos muito bem o hotel, sobretudo pela localização. Conseguimos fazer quase tudo a pé e o que não dava, fazíamos de metro, pela estação Friedschstrasse, que ficava há 5 minutos dele. Além disso, o hotel é super novo e possui uma grande variedade de restaurantes e bares em seu entorno. O projeto é assinado pelo renomado arquiteto Philippe Stark, este por sua vez se destaca pela versatilidade e uso de cores alegres, o que da um ar jovial ao ambiente.

Outro ponto positivo é o serviço, por oferecem como cortesia: wifi em todos os andares, água mineral com limão, chaleira elétrica com saches de chá e café no quarto e balas de caramelo. Conseguimos um preço bom pelo booking.com, mas segue o endereço oficial para darem uma olhada: https://www.leonardo-hotels.com/germany-hotels/berlin-hotels/leonardo-hotel-berlin-mitte

Tiramos algumas fotos, pois as vezes as dos sites de busca não são fieis à realidade:

trem

trem

Gostaram do post? Ficou alguma dúvida? Deixem seus comentários abaixo!! Why not Pack?

Advogada por profissão, escritora por hobby e viajante por paixão.

2 COMENTÁRIOS

  • A clareza da narrativa faz o fato ser ainda msis divertido. Sigo aqui babando nesse país encantador.

    Parabens

    Responder
    • Se gostou, não fique babando, why not pack to Berlin?? Obrigada pelos elogios!! Se joga na Alemanha 🙂

      Responder

ESCREVA UM COMENTÁRIO