Sem categoria

Check-in online, tudo o que você precisa saber!

Entre na onda dessa praticidade digital

O check-in online ou web check-in é aquele realizado virtualmente do conforto do seu lar. Isso mesmo, sem ter que enfrentar aquela fila enorme do balcão do check-in no aeroporto. É a maneira mais prática, segura e econômica de tempo. Afinal, ninguém merece ter que sair algumas horas mais cedo de casa bem no dia da sua viagem para encarar uma fila para fazer algo que poderia ter sido feito antes. Mas, muita gente, por falta de informação ou medo de não dar certo, acaba não se arriscando a usar essa ferramenta. Vou explicar como funciona esse processo e espero conseguir criar novos adeptos ao web check-in.

O check-in online pode ser realizado entre 48h e 24h antes do embarque do seu voo. O limite mínimo vai variar de acordo com a companhia aérea. A informação precisa sobre o limite pode ser facilmente encontrada no site da companhia. 

Como exemplo vou usar nossa bras
ileira TAM Linhas Aéreas, que atualizou o site recentemente. O site oficial é:

Clicando nele você será direcionado à página inicial, certo? Na coluna do lado esquerdo fica um quadro branco com três opções: “Busque hotel, carro e mais”, “Check-in” e “Status de voos”. 

check-in

Basta clicar no “check-in” (tem até um ícone com um viajante e sua bagagem) para ser redirecionado para o seu web check-in. A própria chamada da TAM já diz “Economize tempo com seu check-in”. Viajante, não tenha medo e se jogue no check-in online. Economize seu precioso tempo. É bem fácil, vem comigo que vou te ajudar em todo o processo.

Seguindo o nosso exemplo da TAM (lembrando que cada companhia tem um site diferente, mas que não vai fugir muito dessa lógica), há duas informações que você vai ter que fornecer para poder
realizar o check-in online: 1. código de reserva ou e-ticket e 2. sobrenome do passageiro.

check-in
A primeira dúvida que surge é: o que é código de reserva e e-ticket? Acompanhada da segunda: onde eu encontro?  

O site da TAM já previu estas dúvidas e responde para vocês no próprio site abaixo do “código de reserva ou e-ticket”, no link “onde o encontro?” (em azul, no print acima). 

Sendo assim, procure na confirmação de compra das suas passagens o código de reserva e o e-ticket. Por garantia eu sempre anoto os dois. Tendo esses dados em mãos é fácil.

Basta preencher os campos, aceitar as regras de utilização e dar prosseguimento ao check-in, clicando em “iniciar check-in”. Como não tenho ainda nenhuma viagem marcada – 🙁 – não tenho como dar print do restante, mas fico devendo a atualização desta página quando fizer meu próximo check-in online.

Enquanto isso, vou explicar para vocês. Na sequência, com base nos dados fornecidos, vai aparecer o seu nome e dos demais passageiros que vão acompanha-lo e que estão sob a mesma reserva. Você vai “ticar” o nome de todos que você quer fazer o check-in.

Depois você vai confirmar os seus dados e do(s) passageiro(s) que vai (vão) com você, se tiver. Enfim, poderá confirmar os assentos pré-selecionados pelo sistema ou altera-los de acordo com a sua preferência.

Cuidado! Caso você tenha preferência por algum assento específico, queira sentar ao lado do(s) seu(s) acompanhante(s) ou tenha algum problema de saúde que o inviabilize de sentar em determinado lugar, opte por alterar os assentos se eles não te agradarem. As vezes acontece dos assentos que você quer já não estarem mais disponíveis. Fique calmo e mantenha os já pré-selecionados. Chegando no balcão da companhia (de despacho de bagagem) explique a situação para o atendente que vai tentar ajuda-lo da melhor forma possível.

Eu  tenho um problema de saúde (histórico de TVP, trombose venosa profunda) que me impede de sentar no meio, porque preciso levantar de hora em hora para caminhar pela aeronave. E várias vezes me colocaram bem no meio. Todas as vezes que expliquei isso ao funcionário, alteraram meu assento sem problemas. Mas, claro, sejam pacientes, educados e sensatos. Se o avião estiver lotado e você não gostou do assento por mero capricho, reflita se vale a pena a reclamação.

Voltando ao check-in: depois de confirmados os dados e assentos você poderá concluir o check-in online. Ao final você poderá selecionar qual opção mais lhe agrada para gerar seu cartão de embarque: envio por e-mail, SMS ou passbook/wallet (aplicativo dos smartphones que organiza e armazena documentos, tais como: passagens aéreas, ingressos de cinema e de shows, dentre outros).

As duas primeiras não têm erro, você vai receber todas as informações necessárias. Já o passbook funciona para os smartphones que possuem este aplicativo. Acessando seu e-mail pelo celular, clique no link enviado pela companhia. Ao lado de cada trecho adquirido clique no ícone de “+”. Através dele você será direcionado à tela com o cartão de embarque. No canto superior direito clique em “adicionar ao passbook”, automaticamente ele será salvo no seu aplicativo. No momento do despacho das bagagens no aeroporto, você mostra o bilhete pelo aplicativo. O QR code que fica abaixo das informações vai ser lido pelo leitor do balcão da mesma maneira que o código de barras do bilhete impresso. Segue um exemplo utilizado por mim na minha última viagem:

FullSizeRender

Lembre-se: caso você não despache bagagens, você sequer vai precisar passar pelo balcão do check-in, bastando apresentar o cartão de embarque no passbook/wallet do celular, ou do e-mail ou do SMS para o agente na porta do embarque. Tem coisa mais fácil e simples que isso? Why not make it easier?

Gostaram do post? Acharam útil? Espero que tenham aprendido como funciona o web check-in e, o melhor, que tenham perdido o medo de usar essa ferramenta que só facilita a nossa vida de viajantes. Caso tenham ficado com alguma dúvida, por favor me enviem por aqui.

Advogada por profissão, escritora por hobby e viajante por paixão.